E qual mãe aí está comemorando as voltas às aulas das crianças?

Será que só eu sofro? Só eu que quero ficar com eles em casa sempre?

Infelizmente ou felizmente as crianças precisam se relacionar com outras pessoas, pois se fosse só por causa do ensino, que acho retrogrado, antiquado e nada eficiente (mas isso é assunto para outro post), elas ficariam comigo em casa e teriam aulas particulares do que era necessário.

A volta às aulas é quase que um grito de independência de algumas mães, pois abrimos mão de nossas rotinas, trabalhos e afins para ficar com os nossos pequenos em casa.

Bom..eu concordo que em alguns momentos realmente é bom, pois temos compromissos impossíveis de ir com uma criança e as vezes é super difícil conseguir alguém que possa ficar com eles pra nós.

Aqui em casa é dureza, tenho 3 filhos e cada um com idades e interesses diferentes.

O meu mais velho tem 13 anos, ele gosta mesmo é de dormir, treinar jiu-jtsu e mexer no celular, ficar dentro do quarto trancado o dia todo também é um dos hobbys favoritos dele. Vai entender, né??

O do meio tem 7 anos e acha que tem 18. Quer ficar sozinho em casa, nunca quer sair comigo, faz sua própria comida, toma banho, se veste, diz que tem que estudar e afins. Essa independência dele me assusta muito. O hobby dele é jogar videogame ou ficar brincando com os amigos o dia inteiro no prédio, normalmente chamamos ele de turista, pois nas férias ele mal aparece em casa.

O caçula tem 5 anos e gosta muito de ficar comigo (até quando, né?), ele é meu companheiro, vai em todos os lugares comigo, gosta de ver tv do meu lado e me chama sempre pra brincar com ele. É um fofinho e muito carinhoso, não gosta muito de brincar em turma, curte mais ficar sozinho fazendo as coisas dele. Desenhar é seu maior hobby, Bob Esponja e Pokemon.

Viu como são diferentes? Criados pelos mesmo pais, educados da mesma maneira, mas cada um com sua personalidade própria.

Voltando ao assunto escola, eu e meu marido não concordamos com o método tradicional do colégio, então vocês conseguem entender que é bem mais difícil pra eu levar eles pra aula feliz né? Tento não passar isso que sinto pra eles, até porque eles nem iriam entender nada.

Pra mim não é um martírio ficar com os meus filhos. Se eu preciso sair? Se eu tenho encontro com as minhas amiga? Eu levo eles junto. E olha que eles não são nem um pouco quietinhos kkkk

Ser mãe não é simplesmente você ter um filho e colocar ele o dia todo na aula. Ser mãe é participar, é ver crescer, acompanhar o desenvolvimento, é querer ser mãe de verdade. Você precisa estar preparada para o que vai vir e não vai ser nem um pouco fácil, mas te garanto que é felicidade garantida.

Por isso eu sou uma das mães que não sabe se fica feliz ou triste com às voltas as aulas.

É uma mistura de solidão, ansiedade e alegria que não sei explicar..

Mas fico feliz, meus filhos estão construindo a história deles e eu não posso por puro egoismo interromper isso. Eles farão amizades que levarão para o resto da vida. E isso? NÃO A PREÇO QUE PAGUE!

PARA SER MÃE NAO BASTA APENAS TER UM FILHO, ASSIM COMO PARA SER UM VIOLINISTA NÃO BASTA SOMENTE COMPRAR UM VIOLINO.